Você é o visitante Nº 36025 

 


Quase todas as canções que compõem o CD "Vagalume" (à venda aqui) foram criadas há bastante tempo, quando eu ainda viajava por aquele caminho maravilhoso que costuma se situar entre os vinte e os trinta anos, repleto de certezas absolutas, ideais pelos quais arriscamos a vida e amores que não morrerão jamais.

        As canções trazem as marcas desse pedaço da caminhada, que, no meu caso, ainda teve o "reforço especial" de ocorrer nos anos setenta e oitenta, quando a geração que sonhava coletivo passava a bola pra a geração que competia individualmente (e com uma ditadura nos calcanhares, dando suas últimas mordidas...). 

 

______________

 

RESENHA DO CD "VAGALUME"

(Roberto Cunha)

"O disco Vagalume de Aroldo Galindo, curiosamente, abre com Musa Alucinada, música de levada roquenrou, para logo em seguida entregar ao ouvinte a segunda canção também com uma sonoridade interessante, remetendo numa primeira audição para Jethro Tull, pelo uso da flauta, além da participação do cello dar uma densidade bem bacana para ela. A faixa título e O Começo são duas baladas "mpbniânicas" com um viés meio sertão, talvez, fomentado pelo sotaque moderado do vocalista. 

O bandolin que entra em Desse Jeito deu o toque mais triste nessa canção, sensação que se seguiu nas duas seguintes, acordadas pelo forró Agreste Coração, com gostosa sanfona e triângulo seduzindo o ouvinte a se jogar no agreste refrão. A viola de Visita é belíssimo  convite ao mergulho na bela letra da canção. O dedilhar se segue na canção seguinte, floreada pela levada "baiônica" cheia de percussão e ritmo.

Um sopro português vai fazer você singrar pelos acordes iniciais de Navegante, que não perde o sotaque lá de cima, abrindo alas para a bossa nova de Recomeço. Fechando a bolacha sonhada do autor, Velas se acende após abandonar o início sob a aura do ébano e marfim para ganhar riqueza com a entrada da cordas de aço e nylon. Para fechar a tampa, um misto de samba-chorinho-marchinha de Contramão revela mais das influências do artista independente."
 

Letras das Músicas

 

Agreste Coração
 
Alguem que me olhe
 
Anjo Exterminador
 
Arreda, aripuá!
 
Contramão
 
Desse jeito
 
Musa Alucinada
 
Navegante
 
O Começo
 
Quando de madrugada
 
Recomeço
 
Vagalume
 
Velas
 
Visita

Home | Crônicas & Contos | Letras | Canções | Poesias | Imagens | Revista EscambauA4 | Cadastre-se | Blog do Ptero | Fale Conosco Loja Web
Todos os direitos reservados